Mercado Municipal de Jaguarão

DSC_0209.JPGL1000209_B.jpgcroqui2_colorido.jpgcroqui1_colorido.jpgc1_04b.jpgc6_04b.jpgc5_int_05.jpgc3_04.jpg
Mercado Municipal de Jaguarão

Local de encontro por excelência, trato público, exercício da cidadania e da urbanidade, os mercados são espelhos das cidades e até retratos de civilizações (mercado persa, mercado árabe, etc). Pode-se dizer que se vê, se sente e se apreende a cultura de uma cidade nos seus mercados.


A restauração e reabertura do Mercado Municipal de Jaguarão deverá ser mais um importante marco na história da cidade. Tombado como patrimônio estadual pelo IPHAE e em vias de ser tombado pelo IPHAN como monumento nacional, o mercado é um importante marco do assentamento urbano em território de fronteira.


Construído entre 1864 e 1867, serviu sempre como um importante centro de compras e abastecimento da população, tendo entrado em decadência nas últimas décadas. Ainda hoje, funciona precariamente com poucos pontos comerciais em atividade. 


Diretrizes básicas do projeto: 


- Requalificação urbana de todo o entorno a partir da abertura da frente ribeirinha, com a demolição das construções que hoje obstruem a vista e o acesso pleno ao rio Jaguarão; 


- Criação de uma nova praça entre o mercado e o rio que poderá receber desde pequenos shows musicais até quermesses, feiras de antiguidades e artesanatos, eventos temáticos ou simplesmente proporcionar ao usuário a bela visão das águas, da ponte e da encosta uruguaia do outro lado do rio;


- Tomar a história urbanística da cidade como potencial de transformação da vida atual, induzindo a ocupação da zona ribeirinha para o lazer de todos os seguimentos e faixas etárias da população – o “malecón” de muitas cidades hispânicas;


- Interferir delicadamente no conjunto construído, mantendo suas características originais valorizadas sem prejuízo de funcionalidade em seus novos usos. 


- Valorização máxima da convivência entre os usuários e frequentadores do conjunto.

Ficha técnica

Autores
Francisco Fanucci, Marcelo Ferraz, Beatriz Marques e Luciana Dornellas

Colaboradores
Anne Dieterich, Anselmo Turazzi, Cícero Ferraz Cruz, Fabiana Fernandes Paiva, Gabriel Grinspum, Pedro Del Guerra, Victor Gurgel; Beatriz Marques, Felipe Zene, Gabriel Mendonça, Natalia Vidigal Coachman e Laura Ferraz

Área
790 m2

Local
Jaguarão, RS

Ver Grande