CESA Jardim Irene

071001 2.jpg071001 1.jpgCESA Maquete 001 - preto.jpgCESA Maquete 002 - escuro.jpgCESA Maquete 007 - escuro.jpgCESA Maquete 006 - escuro.jpgfachada chico linda.jpgPERSPECTIVA CHICO ARQUIBANCADA_branco.jpgcortinho_montado.jpg111-09.jpg
CESA Jardim Irene
Jardim Irene é uma comunidade da periferia da cidade de Santo André, comprimida entre áreas de mananciais protegidas do municipio e divisas com a cidade de São Bernardo. Sua afunilada ligação com a sua cidade se dá pelo Caminho dos Vianas, justamente no trecho defronte ao terreno destinado à construção do CESA Jardim Irene. A escolha do terreno, nesta posição tão estratégica, já prenuncia a importancia da implantação deste equipamento na vida dos moradores do local.


O Caminho dos Vianas é, neste trecho, um aterro que corta transversalmente a várzea de um córrego. O terreno é constituido pela comprida faixa de terra inundável compreendida entre a avenida e o córrego, que tem uma encosta de reserva remanescente da vegetação original do lugar, em sua outra margem. Esta pequena encosta, milagrosamente preservada numa região de ocupação sem nenhum controle ou planejamento, é como a ponta de um iceberg, o vértice de uma extensa área verde contínua que vai até o Parque do Pedroso, passando por sucessivas glebas que sobreviveram ao avanço implacável e caótico da cidade.


O Jardim Irene se instalou numa microbacia, formada por três nascentes que se juntam para formar o córrego André Magini, dentro de uma Zona Especial de Interesse Ambiental. O projeto prevê a criação de um lago na parte posterior do terreno que, além de grandes benefícios paisagísticos, servirá para regular a vazão do córrego, evitando as repetidas enchentes que afligem a população local, devido a um estrangulamento causado pela sua canalização em um trecho a jusante. Este lago (de águas limpas, ao final das obras de recuperação e tratamento das nascentes), juntamente com a encosta verde forma um pequeno parque que, somado à implantação do CESA, trará ao Jardim Irene seu grande centro de convivência, seu passaporte para a cidadania.


O programa do CESA prevê, além da escola propriamente dita, a construção de uma creche e de um centro comunitário. O conjunto será dotado de um auditório de 250 lugares e de duas quadras, uma coberta e outra ao ar livre, na própria cobertura. A arquitetura propõe um edifício contínuo, composto de um lado pela creche, na cota mais baixa do terreno e de outro lado a escola, na parte mais alta, ligados pelo centro comunitário, na cota intermediária. Este edifício contínuo é vazado nos pontos em que os níveis do terreno são os mesmos da avenida, criando como que pórticos de entrada ao novo parque urbano.


A conjugação das atividades educacionais (escola e creche), esportivas (quadras), culturais (auditório), sociais (centro de empregos e oficinas do centro comunitário), de lazer (parque) e saúde (posto de saúde) forma um importante centro de referência, identidade e convivência para este pedaço da imensa e carente periferia da megalópole paulista.


Ficha técnica

Autores
Francisco Fanucci, Marcelo Ferraz, Pedro Del Guerra e Vinicius Spira

Colaboradores
Anne Dieterich, Carol Silva Moreira, Cícero Ferraz Cruz, Fabiana Paiva, Felipe Zene, Gabriel Grinspum, Luciana Dornellas e Victor Gurgel

Área
10000 m2

Local
Santo André, SP

Ver Grande